FEAB

Federação dos Estudantes de Agronomia do Brasil

Querem Saber Quem Eu Sou?

Lançamento: Jornal Mural da FEAB! (Versão Online)

jornal

(Clique na Capa e Confira Todo Seu Conteúdo)

___________________________________________________________________________________________

Querem saber quem eu sou? -FEAB!!!

Querem saber quem eu sou? -FEAB!!!

Querem saber quem eu sou? -FEAB!!!

Eu sou FEAB
Sou estudante isso mesmo sim senhor!
Quero mostrar que a educação tem seu valor
Que estou na luta com o povo trabalhador.

Eu sou FEAB
Quero mostrar minha proposta pra senhora
Que a comida está cara e venenosa
Assim não dá pra ficar

Tem que haver outra saída pra viver!!!

FEDERAÇÃO DOS ESTUDANTES DE AGRONOMIA DO BRASIL – FEAB

É a entidade que organiza e articula os estudantes de agronomia do Brasil nacionalmente, trazendo algumas reflexões em relação à sua formação profissional, visualizando a construção de uma sociedade mais justa e que pense de forma mais profunda a realidade e a produção no campo brasileiro.

A universidade é o nosso principal local de atuação, pois acreditamos que todos devem ter direito a uma educação pública, gratuita, autônoma e de qualidade, e nela devemos discutir sobre questões inerentes a uma formação profissional crítica para que os estudantes compreendam a realidade em que estamos inseridos e possam contribuir para a mudança desta. Para isso, a FEAB defende a formação de Engenheiros(as) Agrônomos(as) com consciência social e ecológica.

Compreendendo que a universidade não está desvinculada do restante da sociedade, a FEAB expande seus horizontes para além dos muros da universidade, e faz parcerias com outras executivas de curso como com a Associação Brasileira dos Estudantes de Engenharia Florestal (ABEEF), Executiva Nacional dos Estudantes de Biologia(ENEBio), Executiva Nacional dos Estudantes de Veterinária (ENEV), entre outras. É também nesse contexto, que atualmente a FEAB mantém relação constante com os movimentos sociais populares ligados ao campo e à cidade, fazendo parte inclusive da maior articulação dos movimentos sociais, a Via Campesina.

Entre em contato pelo nosso e-mail, participe dos nossos encontros e organize-se com os demais estudantes de agronomia da sua escola para colaborar nessa construção!

UM POUCO DA NOSSA HISTÓRIA

A organização dos estudantes de agronomia teve inicio há mais de 50 anos. A primeira organização estudantil ocorreu juntamente aos estudantes de medicina veterinária criando em 1951 a União dos Estudantes de Agronomia e Veterinária do Brasil (UEAVB).  Essa organização durou somente até 1955, quando os estudantes de agronomia criaram sua própria organização.

Em 1954 os estudantes de agronomia realizaram seu primeiro congresso, na época CBEA – Congresso Brasileiro de Estudantes de Agronomia. Durante o II CBEA foi criado o Diretório Central dos Estudantes de Agronomia do Brasil (DCEAB). O DCEAB passou a sofrer forte repressão dos militares após o golpe militar de 1964 e em 1968 durante a fase de maior repressão aos movimentos sociais e estudantis contrários ao golpe, o DCEAB cai na clandestinidade através do ato institucional número 5 (AI-5) que não permitia a reunião de pessoas para fins políticos. Durante essa época, ocorreu forte repressão aos estudantes, muitas lideranças estudantis foram presas e boa parte do material histórico da época foi roubado.

Em 1972, no 15° Congresso Nacional dos Estudantes de Agronomia – CONEA retoma-se o movimento, com a fundação da Federação dos Estudantes de Agronomia do Brasil – FEAB.

Desde sua fundação a FEAB é protagonista de inúmeras conquistas que as seguraram mudanças nos cursos de Agronomia, como o fim da Lei do Boi (cota de 50% de vagas para filhos de fazendeiros), o Currículo Mínimo Nacional, a Lei dos Agrotóxicos (receituário agronômico), a necessidade de modelos agrícolas alternativos ao da “revolução verde” entre outras.

Cartas de Amor nº 37 – À Juventude

Malditos os que fazem da juventude instrumento de guerra, que lhes negam o conhecimento dizendo não ter vagas nas universidades. Malditos os que vendem o destino e fazem da pátria um puteiro, onde o dólar com sua inteligência comem a virgindade e a consciência; estes pararão um dia, em nossa mágica utopia de jovens guerreiras e guerreiros.

Aos que traficam ilusões, fazendo da juventude massa esquartejada com o objetivo único de frustrar carreiras ainda por nascer. Aos que se agarram ao mercado mundial para alimentar o capital matando todas as soberanias; aos que fabricam fantasias e usam as drogas como escudo, aos que pensam que assim podem tudo, haverão de parar em nossa rebeldia.

Estes que usam da violência para matar os sonhos, e levam das nações suas riquezas, que comem todas as certezas, investem os esforços em novas tecnologias, enquanto o povo come apenas uma vez por dia, pagando com a vida a crueldade; eles que acreditam na luxúria, pararão um dia em nossa fúria, que corre em busca da solidariedade.

Aos que desconstroem a história feita, impedem que façamos as colheitas e buscam os produtos importados; aos que já veem o trabalhado eliminado e acreditam na especulação, sentirão a justiça, pois, chegar no dia em que o jovem acreditar, que o caminho é a revolução.

 A todos os que pensam que as fronteiras não existem, e fazem dos países um só tapete para o capital, estes que se dizem do “bem” para combater o “mal”, que perseguem a natureza e a matéria prima; saberão o que é o enfrentamento, quando a juventude unificar o pensamento e resgatar em si a auto-estima.

E os parasitas que vivem de orgias, que penetram as consciências com insanas ideologias e fazem da juventude bravos consumidores. Aos que da terra julgam-se senhores, que dividem o mundo em raças e religiões; eles que acreditam nos canhões e se agarram às torneiras do petróleo, sentirão o peso de nosso repertório, nas formas de lutas que unificam todas as nações.

Aos que degradam a democracia, fazendo da juventude apenas eleitores, e se apegam ao princípio da “Ordem de Direito”. Aos que pensam fabricar o futuro deste jeito, enquanto se divertem nos escombros da paciência, saberão pela desobediência, o que é da história ser sujeito.

Aos que apostam na exploração e na eternidade do capitalismo, que transformam a utopia e o socialismo em imensas frustrações; que iludem grandes multidões, com as farras dos shoppings e das novelas, terão de apertar a própria goela quando despertar a fúria das nações.

E assim veremos florir os girassóis, ouviremos canções de liberdade, viveremos em uma sociedade, onde florescerão todas as virtudes. Sentiremos o pulsar de cada coração e a igualdade não terá fronteiras; no dia em que a nossa bandeira, estiver na mão da juventude.

Ademar Bogo/MST

11 pensamentos em “Querem Saber Quem Eu Sou?

  1. Passando para conhecer p blog, muito bom!

  2. Adorei o blog, sou estudante de agronomia de Teresina Pi, mandem mais notícias para meu email amigos, sou mais um afim de lutar pela causa.

  3. Muito bom! Estamos juntos procurando melhorar essa “sociedade”!!!

    • Olá Jean, que tipo de ajuda posso ter da FEAB? Sou estudante de agronomia da UFPI Teresina, trabalho numa area de assentamento do INCRA RS 12 ma, com hortaliças, mas os caras não querem, nos ceder o direito de trabalhar na terra, voces podem me ajudar, estou produzindo com muitas dificuldades por conta de ainda não ter recebido nada de beneficio caro amigo, já disse que estou com voces pro que der e vier, pois meu objetivo desse trabalho é me formar logo mas com dignidade

  4. Parabéns, e continue na luta.

  5. Estou feliz, em ser estudante de agronomia e ver q sou bem representando po essa organização. como posso fazer parte direramente da federação.

  6. Hj estou muito saudosa do tempo de Feabenta!!
    Mas continuando na Luta!!

  7. Fala Companheiro Joelton!

    Ficamos muito agradecido pelo contato e pela força!
    Tenho o programa armazenado em pen drive. Posso passar para algum dos companheir@s da FEAB que se encontra no DF.
    Também estou tentando ver a possibilidade de estar disponibilizando o programa via youtube. Mas ainda não consegui.
    Aguardo teu contato.

    Pátria LiVre!

    Estamos juntos na Luta!

  8. gostaria de sabe como faço para participar da federaçao..desde jah obrigada

  9. É muito prazeroso militar nessa federação que há muito tempo luta em nosso favor e pelas nossas causas.
    Eu sou FEAB.. Poorque a Feab é? DE LUTA !!!!!!!

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 3.702 outros seguidores