Nota em Solidariedade ao MST Paulista

Nos últimos dias observamos mais uma ofensiva contra os movimentos sociais combativos, dessa vez uma ação organizada da polícia para intimidar, reprimir e criminalizar os militantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra, na região de Iaras – SP.

Nove militantes do MST foram presos em uma ação da polícia, que além de deter esses companheiros também espalhou terror nos assentamentos e acampamentos da região. Vale ressaltar a importância da luta que o MST empreende na região, denunciando a grilagem de terras feita sistematicamente pelas grandes corporações como a Cutrale, contando sempre com o apoio do Estado em seus mais diferentes níveis. Essa ofensiva é mais uma demonstração de como o estado se articula com as classes dominantes, a bancada rulalista e as transnacionais para atacar os que se opõem a absurda lógica do agronegócio.

A Federação dos Estudantes de Agronomia do Brasil registra seu repúdio por mais essa ação de criminalização dos movimentos sociais e se solidariza com o MST/SP na sua incansável luta contra o latifúndio, a grilagem de terras, o agronegócio e as transnacionais que dominam o campo brasileiro.

Exigimos a liberdade dos companheiros presos e o fim da repressão policial. Pelo fim da criminalização dos movimentos sociais e da população pobre!

FEDERAÇÃO DOS ESTUDANTES DE AGRONOMIA DO BRASIL
COORDENAÇÃO NACIONAL
COORDENAÇÃO REGIONAL VII – SP

Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s