HAITI: Além do imperialismo, a solidariedade internacional

“as fronteiras nacionais nos dividem, a classe nos une!”

Se antes da tragédia o haiti já passava por grandes dificuldades, sendo o país mais pobre do nosso continente, após os terremotos que assolaram grande parte do território haitiano a situação se tornou ainda mais grave.O problema não se resume ao terremoto. Como a economia do país está extremamente fragilizada a catástrofe toma contornos muito diferentes do que tomaria em um país desenvolvido, como o Japão, por exemplo, que no passado passou por situações semelhantes.  A atuação das tropas internacionais no Haiti em nada colaboram para resolver essa crise. Na verdade a ocupação das tropas da ONU, incluindo o Brasil e mais recentemente os EUA, serve para garantir a ordem no país – uma ordem que reforça a subordinação do país aos interesses do capital estrangeiro mantendo a maior parte da população em estado de miséria extrema. Enquanto os haitianos se alimentavam de barro a primeira “ajuda humanitária” brasileira que chegou ao país pós-terremoto foi um carregamento de armas para as suas tropas.

Desde 2009 a Via Campesina atua apoiando os movimentos camponeses do Haiti tentando reconstruir sua agricultura, atualmente devastada pelo monocultivo, enquanto a população vive numa situação de miséria e fome extrema. Falta tudo aos agricultores haitianos: ferramentas de trabalho, sementes e principalmente conhecimento para produzir no campo.

Como o epicentro do Terremoto atingiu principalmente a região da capital, Porto Príncipe, grande parte da população migrou para o interior do país, o que fez com que a situação do meio agrário e dos camponeses se tornasse ainda mais difícil. Sendo assim a Via Campesina está promovendo uma grande campanha para apoiar os camponeses haitianos buscando a soberania alimentar de seu povo. A FEAB em conjunto com a ABEEF, entidades da Via Campesina estão realizando uma campanha de arrecadação de ferramentas de trabalho e sementes para serem enviadas a missão da Via Campesina no Haiti.

acompanhe a campanha no: https://feab.wordpress.com/haiti

Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , . ligação permanente.

Uma resposta a HAITI: Além do imperialismo, a solidariedade internacional

  1. vania diz:

    A tragedia q aconteceu no haiti e muito comoventi quando vi no meu email eu chorei pois assim q foi com eles poderia ter cido comigo,q deus abençoi cada um delis e a todos q ajudão

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s