25 DE NOVEMBRO DIA DE LUTA PELO FIM DA VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER

VIA CAMPESINA BRASIL

Secretaria Operativa
Rua Thomas Edison, 301, Barra Funda
São Paulo/SP – CEP 01140-000
Fone/Fax: (11) 3392 2660
Correio Eletrônico: viacampesinabrasil@gmail.com

ABEEF – CIMI – CPT – FEAB – MAB – MPA – MMC – MST – PJR – Pescadores

25 DE NOVEMBRO
DIA DE LUTA PELO FIM DA VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER

O dia 25 de novembro foi uma data demarcada pelas mulheres como um dia de luta e de denúncia. Isso porque em 25 de novembro de 1960, na província de Salcedo – República Dominicana, as irmãs Minerva, Maria Teresa e Pátria foram cruelmente torturadas.
As irmãs eram integrantes do movimento popular de resistência que lutavam pelo fim da ditadura de Trujillo. Por isso foram presas várias vezes por suas atividades em defesa da democracia e da justiça social, resultando no crime mais cruel da história do país.
A data foi instituída no 1º Encontro Feminista Latino-americano e Caribenho, ocorrido em Bogotá na Colômbia em julho 1981, onde declarou-se, o dia 25 de novembro como o Dia da Não Violência contra a Mulher.
Em 1999, a Assembléia Geral das Nações Unidas declarou o dia 25 de novembro como o Dia Internacional pela eliminação da violência contra a Mulher, reconhecendo assim, uma das lutas centrais do movimento feminista: o direito das mulheres a uma vida livre da violência.

DIA DE AÇÃO DA CAMPANHA “BASTA DE VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER”
Em 2008, a Via Campesina Internacional lançou a Campanha Basta de Violência contra as Mulheres, a mesma foi assumida a nível nacional. Sendo que as datas simbólicas para ações são os dias 25 de novembro e 8 de março.
Não podemos mais permitir que:
• Um em cada 5 dias de falta ao trabalho no mundo é causado pela violência sofrida pelas mulheres dentro de suas casas.
• A cada 5 anos, a mulher perde 1 ano de vida saudável se ela sofre violência doméstica.
• O estupro e a violência doméstica são causas importantes de incapacidade e morte de mulheres em idade produtiva.
• Na América Latina e Caribe, a violência doméstica atinge entre 25% a 50% das mulheres.
• Uma mulher que sofre violência doméstica geralmente ganha menos do que aquela que não vive em situação de violência.
• Segundo o Banco Mundial, nos países em desenvolvimento, estima-se que entre 5% a 16% de anos de vida saudável são perdidos pelas mulheres em idade reprodutiva como resultado da violência doméstica.
• Um estudo do Banco Interamericano de Desenvolvimento estimou que o custo total da violência doméstica oscila entre 1,6% e 2% do PIB de um país.
Mais do que o corpo, a violência mata a alma das mulheres, fere seu coração e a impede de ser livre e viver sua vida com a dignidade que merece enquanto mulher e ser humano!

Violência contra a mulher é crime, denuncie! Disque 180

Lutar contra todas as formas de violência, opressão e discriminação é nosso dever enquanto mulheres e companheiras de luta! Combater a violência cometida contra as mulheres é uma tarefa de toda a sociedade.

BASTA DE VIOLENCIA CONTRA AS MULHERES!!!

Via Campesina Brasil

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s