Via Campesina lança cartilha da Campanha “Basta de Violência Contra Mulheres”

Via Campesina produziu a cartilha “As camponesas e os camponeses do mundo dizem: Basta de violência contra as mulheres!”, no intuito de proporcionar a reflexão e discussão sobre um dos temas que, infelizmente, faz parte do cotidiano das mulheres em qualquer parte do mundo: a violência que, na maioria das vezes, é sistematicamente silenciado, naturalizado e invisibilizado por uma sociedade capitalista e patriarcal.

Dando continuidade à Campanha Mundial Basta de Violência contra as Mulheres, lançada pela Via Campesina Internacional em 2008, este material serve como insumo para os encontros e processos educativos relacionados a essa temática, para fundamentar as ações cotidianas, as lutas e as mobilizações pelo fim da violência contra as mulheres.

Segundo o portal daCoordenação Latino-americana de Organizações do Campo – CLOC, “a violência contra as mulheres é um fenômeno mundial e atravessa todas as classes sociais, gerações e orientações sexuais, acontecendo tanto em mulheres que vivem nas cidades como nas que habitam o campo. Essa é uma realidade que não pode continuar sendo silenciada”.

Sabe-se que esse silenciamento e a consequente ausência de dados e informações dividem a responsabilidade pelo silêncio e a invisibilidade do sofrimento enfrentado em situações de abuso e violação de direitos pelas mulheres em todo o mundo. Essa engrenagem social se evidencia nas múltiplas expressões culturais que hegemonizam a dominação do universo simbólico, patriarcal e capitalista, no contexto histórico e atual.

“A violência masculina contra a mulher é fruto do modelo patriarcal de sociedade, onde as relações pessoais afetivas estão fundamentadas não nos sentimentos e no afeto, mas no principio da propriedade, do controle e do domínio sobre a mulher. E, é isto que, em via de regra, garante ao homem o poder de violentar uma mulher, uma vez que a considera sua propriedade”, relata a CLOC.

Junto à luta pela terra, pela não criminalização dos movimentos sociais e contra as transnacionais, é necessário exclamar um ‘basta!’ à violência contra as mulheres, concretizada através da invasão de seus corpos, subjetividade e bens sociais, culturais e simbólicos.

Diante disso, é necessário avançar nas formas de enfrentar a realidade como movimentos e coletivos de mulheres camponesas e organizações do campo que compõem a Via Campesina.

Saiba mais aqui.

Via Campesina

A Via Campesina é uma organização internacional de camponeses que tem por objetivo defender os interesses desse segmento, que, segundo eles, representaria parte significativa da população mundial e historicamente seria mantida à margem dos benefícios da sociedade e das negociações de políticas nacionais e internacionais.

Seguem abaixo os links disponíveis da Cartilha para download nos idiomas português e espanhol.

Cartilla_Basta_de_Violencia_contra_las_Mujeres.pdf

Cartilla_Basta_de_Violencia_contra_las_Mujeres_Portugues.pdf

Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Uma resposta a Via Campesina lança cartilha da Campanha “Basta de Violência Contra Mulheres”

  1. Pingback: Dia 25 de Novembro é dia de Luta: Basta de Violência Contras as Mulheres! « FEAB

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s