Em tempos de resistência, lembremos de Palmares

cropped-20-de-novembro-feab.png

O dia nacional da consciência negra foi criado em 2003, data atribuída à morte de Zumbi dos Palmares em 1695, até então incluída apenas nos calendários escolares. Apenas em 2011 a data se tornou oficial mediante a lei nº 12.519, sendo feriado em cerca de mil cidades em todo o país e nos estados de Alagoas, Amazonas, Mato Grosso e Rio de Janeiro.

A data é dedicada à reflexão sobre como ocorreu a inserção do negro na sociedade brasileira, uma sociedade que até hoje vivencia o racismo e a discriminação, resultado de todo o processo escravista em nosso país. Após 300 anos de escravidão os negros foram libertos, porém sem nenhuma política para inclusão na sociedade, abandonados pelo estado, uma multidão que era livre sem liberdade. A única saída foi buscar nas grandes cidades os morros para morar, criando favelas sem condições humanas para viver, além de tudo recebendo os novos adjetivos da sociedade como preguiçosos, vagabundos, marginais.

Hoje diversos movimentos sociais abrangem a luta dos negros no Brasil, estes tem trabalhado na ideia de afirmação diária de assumir as raízes, porém é um processo complicado quando se considera que vivemos em uma sociedade que é capaz de eleger em 2018 um presidente racista, chegando a comparar os negros com gado em suas falas. Atualmente temos as cotas nas universidades públicas que ainda não é compreendida pela sociedade, usando o discurso que somos todos iguais e que estas não são necessárias. Diversos estados e municípios no país ainda não considera o dia 20 de novembro como um feriado nacional. Data simbólica de um outro modo de organizar a vida, cooperativa, solidária, comunitária, outros padrões de beleza, se trata da luta aguerrida, armada, rebelde, e para a elite branca e racista na sociedade brasileira isso ainda é deixado no passado embaixo dos panos.

No ano de 2019 o o 62° Congresso Nacional de Estudantes de Agronomia – 24º Congresso Latino-Americano e Caribenho de Entidades Estudantis de Agronomia, irá acontecer em Alagoas, terra de Zumbi, terra de Dandara. Lutamos e resistimos pela soberania do nosso povo.

#FEAB #NEGRITUDE #PALMARES

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s